Navegando pelo mundo da Net, encontrei e trouxe para cá estes grandes achados.São pessoas talentosas que escreveram o que eu gostaria de ter escrito. Todos os textos estão com os devidos créditos. Meus parabéns a todos eles! Rejane

[s375x320.htm]

“Quem escreve constrói um castelo, e quem lê , passa a habitá-lo.”

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

A dor da alma .








Por :    Nene Altro


http://nenealtro.wordpress.com/tag/nene-altro-poemas/
( vocalista do Dance of Days, no Portal MTV)


 Encontrei no Blog : http://morangoeestrelas.blogspot.com/


A dor da alma não se compartilha. E não passa. É atemporal.
Não diminui com a idade. Vem como a mão do demônio passando pelo
peito e espremendo tudo lá dentro. Ela te vence. E sempre, sempre se supera.
Você acha que se conhece. Acha que nunca mais.
Mas ela te conhece mais ainda.
Você fica velho. Ela fica sofisticada.
Essa maldita dor da alma nunca vai me dar paz.
Essa maldita dor da alma sempre quer me vencer.
É como uma máquina de tatuagem persistente
e sanguinária que a gente tenta ignorar mas sabe que está alí. Te rasgando.
Descaralhando sua vida. Insistindo em te mostrar que você não é forte.
Mas da mesma maneira que a dor da tatuagem te deixa uma marca bonita
a dor da alma te faz saber que você tem alma.
E isso já me faz erguer discretamente um pequeno sorriso no canto do lábio.
Porque enquanto essa dor desgraçada me acompanhar pelo menos sei que estou vivo.








Um comentário:

Ma Ferreira disse...

Olá Rejane.
Estou fazendo um "tour" pelo seu blog.
Vontade de ficar mais tempo aqui.

Em relação do poema..poema forte, poema tenso, de dor...

"O poeta é um fingidor.
Finge tão completamente
Que chega a fingir que é dor
A dor que deveras sente."
Fernando Pessoa

Bj

Ma Ferreira

Gostei da maneira com que o autor escreve!! Me comoveu!

Bj

Ma Ferreira

Leia no arquivo.