Navegando pelo mundo da Net, encontrei e trouxe para cá estes grandes achados.São pessoas talentosas que escreveram o que eu gostaria de ter escrito. Todos os textos estão com os devidos créditos. Meus parabéns a todos eles! Rejane

[s375x320.htm]

“Quem escreve constrói um castelo, e quem lê , passa a habitá-lo.”

sábado, 22 de janeiro de 2011

Perdas




Por :MARILISA PEETERS
Do Blog : http://pensoinsisto.blogspot.com/2010/12/perdas.html


No dicionário perda quer dizer: s. f.1. Carência, privação do que se possuía. 2. Extravio, sumiço. 3. Dano, prejuízo. 4. Ruína. 5. O objeto!objeto perdido.
Prá minha pessoa perda é tudo aquilo que me deixa órfã (ainda se escreve assim?)de um sonho, de uma idealização. Perder é normalmente sofrer.
Lembro que há muitos anos sofri um aborto espontâneo de um filho não planejado, mas que foi muito bem aceito. Foi no dia 2 de janeiro de 1997, aos quase 2 meses de gestação. Não perdi um filho, pois ele ainda nem tinha forma (era apenas um feijãozinho) mas perdi uma expectativa, um sonho. Fui roubada do meu desejo de ter aquele filho. Naquela época pensei que jamais seria mãe novamente. Fechei aquela porta naquele momento por puro medo de voltar a sofrer uma nova perda.
Ontem minha amiga me informou a grande possibilidade de perder sua reconstrução mamária, que fez há 2 meses atrás. Ela não está perdendo o seio. Isso ela já perdeu há dois anos e lidou muito bem com isso. Ela está perdendo o sonho de ficar inteira outra vez. Se sentir uma mulher sexy, desejável, bonita para o seu marido. E a sensação dela é de perda. Foi roubada. Foi sacaneada pela vida.
Aprender a lidar com essas perdas nem sempre é uma tarefa boa de encarar. Ela machuca, fere, espeta nosso coração.
A perda nos deixa momentaneamente desacreditados na vida. Costumamos ficar céticos e achar que nada nunca mais vai dar certo. Mas ai vem o tempo, aquele senhor de barbas brancas e imensa sabedoria, que estudou psicologia na Sourbone, e nos mostra outros motivos para voltar a acreditar na vida e sonhar novamente. 
Ah, que bom que temos o tempo à nosso favor. Foi ele quem me ensinou a não desistir. Hoje tenho dois filhos, tudo porque acabei acreditando no tempo e vendo que prá tudo tem solução e que sonhar sempre vai valer a pena e que a recompensa é boa, muito boa.






Um comentário:

orvalho do ceu disse...

Olá, querida
A perda se transforma em pérolas... e vemos no que resulta oa longo do tempo...
Bjs de paz

Leia no arquivo.