Navegando pelo mundo da Net, encontrei e trouxe para cá estes grandes achados.São pessoas talentosas que escreveram o que eu gostaria de ter escrito. Todos os textos estão com os devidos créditos. Meus parabéns a todos eles! Rejane

[s375x320.htm]

“Quem escreve constrói um castelo, e quem lê , passa a habitá-lo.”

quinta-feira, 3 de junho de 2010

Aprenda a escutar

http://1.bp.blogspot.com/_lRx7-ylrguQ/ScWJj82mE6I/AAAAAAAABO4/UPTfZnZUDrE/s320/listening.jpg


Por Luiz Eduardo Boudakian
Do Blog
 http://luizboudakian.blogspot.com/



Não há delícia maior do que perceber alguém nos escutando, com toda a atenção.


É um prazer encontrar uma pessoa que
acompanhe cada palavra do que estamos dizendo e é capaz de nos compreender –
com todo o coração.


Se é bom ser escutado, também é ótimo escutar,
estar disponível para o outro, com toda a tranqüilidade.


“Não é bastante ter ouvidos para ouvir o que é dito.
É preciso também que haja silêncio dentro da alma”,
escreveu o poeta português Fernando Pessoa sob o pseudônimo de Alberto Caiero.


É isso – silêncio dentro da alma.


Não dá para escutar ninguém se os pensamentos estão nos atropelando sem cessar,
se estamos pensando no que temos de fazer daqui a pouco.


É preciso estar calmo, aberto,
atento ao momento presente para poder ouvir com atenção.


“Escutar é uma experiência transformadora. É testemunhar a existência”,
diz o psicólogo e professor paulista Miguel Perosa.


Ele garante que aprendemos muito sobre nós mesmos
ao ouvir os outros...


Quando a gente ouve alguém com atenção, dá o sinal verde para a pessoa se abrir.


A relação de troca que se forma então é muito mais
rica e profunda...


Escutar é mesmo um grande exercício – que, infelizmente, poucos dominam...


Saber escutar é esquecer um pouco de si mesmo enquanto o outro fala.


Quem fala demais não deixa o outro falar.


E, é claro, não abre espaço para ouvir.


Para desenvolver esse silêncio interior,
tão necessário para o florescimento dessa arte, existem vários caminhos.


Alguns podem aprender a escutar ouvindo com atenção os sons da natureza:
o murmúrio de um rio, o barulho da chuva.


O compositor carioca Tom Jobim, por exemplo, aprendeu a ouvir com os pássaros.


Ele costumava se embrenhar pelas matas brasileiras
munido de gravador e flauta transversal.


Queria justamente atrair a atenção dos passarinhos para depois escutá-los com calma.


Jobim acreditava que as aves emitiam o canto mais sagrado
da natureza.


Para ele, todas as melodias provinham daquele cantar.


Escutar os pássaros, então,
funcionava como um exercício de refinamento interior,
além de aprimorar o ouvido.


Diante deles, a ansiedade desaparecia para dar lugar ao encantamento.


Finalmente, conseguia ficar em silêncio, sem dar um pio.


E depois aplicava esse aprendizado ouvindo atentamente as pessoas...
(da)






Um Projecto de Solidariedade so se constroi de maos dadas....e escutando os intervenientes, no momento exacto!!!




Luiz Eduardo Boudakian
São Paulo, São Paulo, Brazil
Portador de necessidades especiais decorrente de uma alteração genética no sistema nervoso central, que afeta a coordenação motora, o equilíbrio e a fala. A doença leva à degeneração cerebelar. Não há cura e, com o passar do tempo, as dificuldades de locomoção e comunicação aumentam. Portanto uma doença degenerativa. Mas que não o incapacitou de ser feliz.


Veja seus videos abaixo.





Nenhum comentário:

Leia no arquivo.