Navegando pelo mundo da Net, encontrei e trouxe para cá estes grandes achados.São pessoas talentosas que escreveram o que eu gostaria de ter escrito. Todos os textos estão com os devidos créditos. Meus parabéns a todos eles! Rejane

[s375x320.htm]

“Quem escreve constrói um castelo, e quem lê , passa a habitá-lo.”

sábado, 3 de abril de 2010

SER E ESTAR

http://3.bp.blogspot.com/_WohU74g67XM/S7FZ9G_fQSI/AAAAAAAAGns/U54e5vZHkXM/s1600/notas_em_mim.jpg 
Autora:Denise



SER é uma condição.
Estar é um estado,que muda conforme o momento.
Estar feliz é o estado que precisa ser sempre recriado e alimentado.

O conceito de felicidade é único pra cada pessoa, a minha felicidade não é igual a do outro.
Cada um tem que buscar a sua própria.
O que acontece com a maioria das pessoas é que elas acreditam que a felicidade tem que virar roteiro de filme.

Quando alguém me pergunta se sou feliz,me concentro no contexto geral de minha vida, não apenas em felicidades ou alegrias momentâneas já vividas, pois a felicidade não se restringe a momentos, por mais especiais que sejam.
Tenho meus momentos de raiva, de dor, de tristeza, de medo e mesmo assim SOU feliz, e isso não significa que estou sempre feliz.

Olhando minha vida ,tudo que já passei posso dizer com convicção que SOU muito feliz.
Ser feliz é um pouco mais que acordar todos os dias.
Ser feliz implica mais que estar bem.
Ser feliz implica um pouco mais que momentos agradáveis.
Ser feliz implica ter a coragem de sermos fieis a nós mesmos.
Ser feliz é o desejo e a condição latente em qualquer lugar ,independente de...

Temos a tendência de achar que vamos encontrar a felicidade em algum lugar exterior: seja alguém que irá entrar na nossa vida e magicamente transformar a nossa vida em uma vida feliz, ou comprar coisas novas (casas, carros, roupas, jóias, perfumes) ou ganhar muito dinheiro.

A verdade é que nada disso nos fará feliz.

Os momentos menos alegres,de turbulência e descontentamento,não podem mudar a minha condição de pessoa feliz.

E essa minha felicidade sentida ,consiste no exercicio da virtude e não da posse .

A felicidade não é, afinal, uma posse permanente porque não dá para estar bem o tempo todo.

Também não precisa ser uma eterna projeção. Vale a pena passar os olhos no que temos tão ao alcance das mãos.

Para ser feliz é preciso de coragem.

Deixar o medo para trás e começar a transformar-se, começar a aceitar que ela está dentro da gente e em mais nenhum lugar.

É conseguir conjugar o verbo ser muito mais vezes do que o ter.

As conquistas que nos fazem felizes são aquelas que nos permitem crescer enquanto seres humanos.

A felicidade faz parte de nossa essência, podemos transmití-la a todos que nos cercam e assim desfrutar com maior alegria nossa existência.

Incrível que quando se é,o estar acontece de forma natural.

Lembrando-me de uma frase dita por meu filho quando estava com 8 anos tomando um sorvete num dia de sol.

"Mãe,sou tão feliz ,(e seu sorriso se iluminou) e fico mais feliz ainda quando minha mão geladinha segura a sua".

Porque compartilhar felicidade amplia o circulo virtuoso que é SER.

Um comentário:

Denise disse...

Esta atitude de me trazer pra cá tem o nome de generosidade.
tem minha gratidão e meu bem querer.

Denise

Leia no arquivo.